Site Overlay

Bilionário japonês que viajou ao espaço recomenda a experiência

Bilionário japonês que viajou ao espaço recomenda a experiência

O empresário japonês Yusaku Maezawa, que retornou à Terra após uma estada de 12 dias na Estação Espacial Internacional (ISS, sigla em inglês), aconselhou nesta quarta-feira (22) às elites endinheiradas que também desfrutem deste tipo de turismo.

“Gostaria que o maior número possível de pessoas – e o maior número de pessoas com poder e influência – visitassem o espaço”, disse Maezawa em uma conferência de imprensa no centro de preparação de cosmonautas situado nos arredores de Moscou, na Rússia.

“Eles veriam a Terra de uma perspectiva diferente e também a tratariam de forma completamente distinta”, acrescentou.

Junto de seu assistente Yozo Hirano, Maezawa, um empresário de 46 anos que fez fortuna com o varejo de moda na internet, passou 12 dias na ISS em dezembro, de onde compartilhou sua vida no espaço através de vídeos para milhões de inscritos em seu canal no YouTube.

Acompanhados pelo cosmonauta Alexander Misurkin, os japoneses retornaram à Terra na última segunda-feira, a bordo de uma cápsula Soyuz da agência espacial russa Roscosmos, que tenta abocanhar parte das receitas geradas pelo turismo espacial, um setor em pleno crescimento.

O magnata japonês considerou que a “duração ideal” da estada de um turista na ISS seria de 20 dias, para que pudesse dispor de mais tempo na adaptação à gravidade zero.

Além disso, Maezawa reafirmou nesta quarta o seu próximo sonho: fazer uma viagem em volta da Lua em 2023, com outras oito pessoas, a bordo de uma nave espacial da empresa especializada SpaceX.

O lucrativo setor de voos espaciais privados tem sido impulsionado recentemente com a concorrência entre as empresas privadas SpaceX e Blue Origin, dos magnatas dos Estados Unidos Elon Musk e Jeff Bezos, respectivamente, e também da Virgin Galactic, do britânico Richard Branson.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.