Site Overlay

Interrupção do Facebook atribuída a configuração defeituosa, nenhum hacking envolvido

Interrupção do Facebook atribuída a configuração defeituosa, nenhum hacking envolvido

Nos últimos anos, o Facebook não só foi criticado, mas também processado por este ou aquele comportamento impróprio, que vão desde erros de privacidade a práticas de negócios monopolistas e culturas de trabalho prejudiciais. Houve repetidas chamadas para boicotar o Facebook e suas propriedades Instagram e WhatsApp, e até mesmo houve um êxodo em massa de usuários ao longo dos anos. Apesar de toda essa publicidade negativa, o Facebook ainda tem um controle firme sobre a vida das pessoas hoje, algo que foi confirmado pela paralisação de horas de duração que afetou não apenas os usuários, mas até mesmo empresas em todo o mundo.

Por quase seis horas, Facebook, Instagram e WhatsApp ficaram inativos, não importa em que parte do mundo você estivesse. Embora não tanto quanto um incidente de 2019 que bloqueou usuários do Facebook por mais de um dia, a extensão desta última interrupção foi mais abrangente e, até certo ponto, mais estranho. O Facebook agora saiu com uma explicação oficial e, felizmente, não é tão ruim quanto alguns temiam.

Não houve invasão de segurança ou hacking envolvido, e o Facebook garante ao público que nenhum dado foi comprometido durante esse tempo de inatividade. No final das contas, foi uma atualização de configuração simples, mas extremamente prejudicial, que bloqueou não apenas os usuários do Facebook, mas até mesmo os funcionários do Facebook, virtualmente e fisicamente.

No centro do problema estava o Border Gateway Protocol ou BGP que o Facebook descreveu como o backbone que coordenava o tráfego de rede entre seus data centers. A alteração da configuração com defeito não afetou apenas a maneira como os usuários acessavam o Facebook, Instagram e WhatsApp, mas também afetou a forma como os funcionários do Facebook acessaram os edifícios da empresa. Sem surpresa, isso afetou a rapidez com que o Facebook poderia trabalhar para resolver o problema.

Enquanto a empresa começou a se recuperar da interrupção, os executivos do Facebook, incluindo Mark Zuckerberg, pediram desculpas públicas pela interrupção que causou. Isso afetou não apenas as pessoas que tentavam se conectar com amigos, mas também as empresas que usam a plataforma para se conectar com os clientes e vice-versa. Também prova que, apesar de todas as críticas, o Facebook ainda desempenha um papel crítico no mundo de hoje, para melhor ou para pior.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.